All for Joomla All for Webmasters

Desde 1966 na luta pela organização, representação
e defesa dos interesses da categoria profissional

O SENALBA/RS tem orgulho da História que tem para contar. Uma História conhecida no meio sindical por uma postura firme e transparente, sempre com autonomia e independência na luta pelos interesses das categorias que representa. E é atuando desta forma que o SENALBA/RS está construindo um caminho sólido e duradouro para o futuro.
Desde 1955 os empregados do SESI, SESC, SENAI, SENAC e LBA, em Porto Alegre, tentavam se organizar numa entidade sindical que defendesse os seus interesses profissionais.
Este tíbio movimento encontrou sucesso no resultado do processo MTPS-138.717/72, requerido pela Fundação Kibon, do Rio de Janeiro, no qual a Comissão de Enquadramento Sindical (CES), pelo relator Nogueira de Paula, decidiu encaminhar ao Ministro do Trabalho e da Previdência Social, "á criação da categoria econômica das entidades culturais, recreativas, de assistência social, de orientação e formação profissional no 2° Grupo - Empresas de Difusão Cultural e Artística da Confederação Nacional de Educação e Cultura, e, simultaneamente, propor a criação da categoria dos empregados em entidades culturais, recreativas, de assistência social, de orientação e formação profissional no 2° Grupo - Trabalhadores em Empresas de Difusão Cultural e Artística da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura". A Resolução da CES foi publicada no Diário Oficial da União de 8 de abril de 1963.

Em razão desta proposta, o Ministro de Estado dos Negócios do e profissional indicadas, conforme publicação no Diário Oficial da União de 27 de junho de 1963.
Os empregados das entidades acima citadas, tão logo tomaram conhecimento da Resolução da CES. veicularam no "Correio do Povo" de Porto Alegre, em 23 de maio de 1963, edital de convocação para a fundação, aprovação do estatuto e eleição de diretoria provisória da "associação profissional", o que ocorreu em 25 de maio de 1963, na sede do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Porto Alegre. A diretoria foi presidida pelo sócio Olavo Ferreira (LBA) até a investidura sindical. A entidade foi de pronto registrada no MTPS/DRT/RGS sob n° 416. A obtenção da CARTA SINDICAL sofreu os percalços do movimento militar de 1964, sendo somente assinada, pelo Ministro Walter Perachi Barcellos, em 21 de março de 1966.

Com a investidura sindical, foi eleita a primeira Diretoria presidida pelo sócio Wilfredo Tarragó (SENAC), o qual criou a sigla SENALBA (síntese das siglas do SESI, SESC, SENAI, SENAC e LBA, adotada nacionalmente). Já sob a presidência do sócio Tarcísio Battú Wichrowski (SESI) o SENALBA/RS, em 4 de junho de 1969, instaurou o seu primeiro processo de Dissídio Coletivo do Trabalho Originário, abrangendo 86 municípios do Estado, suscitando 707 entidades empregadoras. Desde então, o SENALBA/RS vem mantendo decidida e ininterrupta representação dos interesses profissionais da categoria profissional. Seguiram-se na presidência os sócios Mário Perin (SESC), João Oswaido Pinto da Silva (SESC), Luiz de Oliveira Borges (SESI) e Antônio Johann (Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social), reeleito em 1984 e em 1987. Sucessivas Juntas Governativas, nomeadas pela Delegacia Regional do Trabalho/MTB, se revezaram na direção até a posse definitiva de Antônio Johann em 12 de dezembro de 1995.

Além das conquistas sociais e salariais em prol da categoria, o SENALBA/RS executou ampliação da sede própria e modernizou a infra-estrutura com informatização e espaços para atender os associados. Também orientou e incentivou a criação de SENALBAs no interior do Estado, com os quais mantém trabalho integrado.
Atualmente o SENALBA/RS é reconhecido pela extensão e qualidade do trabalho desenvolvido. Representa mais de 50 mil empregados e 5 mil empresas e entidades do Rio Grande do Sul.
O SENALBA/RS, Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado do Rio Grande do Sul, tem uma História de parceria com os trabalhadores que representa. Desde de sua criação, sempre esteva presente nos momentos mais importantes e nas principais conquistas das categorias.

Entenda a Reforma Trabalhista em 5 Perguntas

Valdete Souto Severo
Juiza do Trabalho do TRT4ª Região
Presidente da FEMARGS
Professora

Negociações Coletivas Emissão de Guias Homologações Associe-se