Get Adobe Flash player

Informativos



SENALBA/RS
Sindicato dos Empregados em
Entidades Culturais, Recreativas,
de Assistência Social, de Orientação e
Formação Profissional no
Estado do Rio Grande do Sul
Av. Dr. Carlos Barbosa, 608
Bairro Azenha - Porto Alegre/RS
Brasil - CEP 90880-000

ATENÇÃO PARA OS NOVOS NÚMEROS
Secretaria: (51) 3275.3800 
Agend. Médico/Odonto: (51) 3275.3820
Cooperativa: (51) 3275.3826
Fax: (51) 3275.3815

Atendimento das 08:30 às 12:00
e das 13:00 às 17:30
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

1º de Maio. Dia para celebrar e refletir sobre o trabalho e o trabalhador.

dia do trabalhoNa história da humanidade, as interrogações e incertezas sobre o trabalho conduziram os destinos humanos. Alguns achavam que era coisa para escravos, outros que era castigo, outros ainda que é fonte de dignidade. Por sua vez, os filósofos gregos queriam saber como surgiu o mundo. Na idade média, a interrogação era como se movimenta e organiza o mundo pelo trabalho. Na atualidade, perguntamos como podemos transformar o mundo, para que ele sobreviva e dê condições de dignidade às futuras gerações. O grande filósofo Aristóteles dizia que “Ama-se mais o que se conquistou com mais trabalho”. Suas conquistas são as suas glórias.

Somos parte desta nave que ruma para o futuro e que precisa de reparos constantes. Temos a missão de cuidadores do mundo. Pelo trabalho, podemos fazer um mundo melhor para aqueles que irão herdar o planeta.

O trabalho é esta força impulsiva para realizar algo e atingir um fim humano. Faz progredir o próprio ser humano, porque ele faz parte da natureza humana. Os animais não trabalham porque não tem consciência de sua força produtiva. Nós podemos transformar o mundo pelo trabalho. 

O trabalho humano tem como fim primeiro garantir a vida. Ao mesmo tempo em que ele é um dever, é também fonte de direitos para o trabalhador. E, a garantia destes direitos constitui condição fundamental para a paz e o desenvolvimento em nossos dias.

Neste dia dedicado a celebrar o trabalho, a nossa vida de trabalhadores e as nossas conquistas, apresentamos esta reflexão. O desejo da direção e servidores do SENALBA/RS é que não nos limitemos a trabalhar apenas pelo salário e pela remuneração, que assegura a nossa dignidade. Que tenhamos coragem de trabalhar olhando e pensando no futuro. Que a eficiência respeite as condições de vida do planeta e que nosso trabalho seja capaz de garantir melhores condições de vida às futuras gerações.

Queremos compartilhar a alegria das conquistas, o respeito aos direitos do trabalhador e o compromisso com o futuro.

Parabéns, trabalhador! Agradeça a oportunidade de viver e de trabalhar!

Empregados de Entidades Assistenciais, creches comunitárias, clubes recreativos, organizações culturais e instituições de orientação e formação profissional terão reajuste salarial de 6,5%. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira pelo Presidente do SENALBA/RS, Antônio Johann. O sindicato que representa a categoria obteve o índice após negociação com o SECRASO. O reajuste vale a partir de 1º. de abril, data base da categoria. O índice foi composto pela inflação medida pelo IBGE de 4,97% acrescido de 1,53% de ganho real. “O SECRASO e os empregadores agira com bom senso ao atender a reivindicação dos empregados e conceder o ganho real”.

Johann disse que o índice poderia ser maior. No entanto, no mês de julho, o INPC medido pelo IBGE deu índice de inflação de 0.00%. Em razão desse valor, a inflação de 4,97% foi o índice mais baixo da história recente acumulado pelo período revisado de doze meses. Ele questionou a inflação zero do sétimo mês do ano. “Ninguém deseja o retorno da inflação, mas é difícil explicar os baixos índices quando se percebe uma grande variação de preços dos alimentos nos supermercados”. Os componentes que apuraram o índice não condizem com a inflação para o consumidor, disse Johann. “Se tivéssemos uma medida mais real teríamos seguramente um aumento salarial maior”.

Assessoria de Imprensa

Contato: Elton Bozzetto – Fone 9666 5592

Os trabalhadores da Capital e Região Metropolitana têm mais uma oportunidade de qualificação profissional. Uma Parceria da Fundação de Assistência Social e Comunitária(FASC), Sine, SENAI e SENAC está disponibilizando um grande número de opções de aperfeiçoamento, para atender às demandas do mercado de trabalho. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de abril. Além do curso gratuito com a disponibilização de material didático, os estudantes ainda terão um aporte de recursos para vale transporte e auxílio lanche. Os cursos oferecidos estão inseridos no Programa Nacional de Acesso ao Emprego(PRONATEC).

As aulas serão ministradas em vários bairros da capital: Menino Deus, Sarandi, Navegantes, Restinga, Passo D’Areia e Centro. Entre as modalidades oferecidas estão Assistente de produção, Agente de inspeção de qualidade, Operador de Produção em Unidade de Tratamento de Resíduos, Desenhista de Moda, modelista,Auxiliar Administrativo, Operador de Acabamento Editorial, Impressor Offset, Carpinteiro de obras, Armador de ferragem, Instalador Hidraúlico Residêncial, Manicure, Pedreiro de Alvenaria, Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão, Mestre de Obras, Marceneiro, Cuidador de Idosos, Atendente de Nutrição, Camareira em Meios de Hospedagem, Vendedor, Recepcionista de Eventos, Padeiro e Confeiteiro.

pronatecConforme o Coordenador do Programa, Elcio Nichimura, são ao todo 36 modalidades de cursos à disposição de pessoas de baixa renda que integram o Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais, com idade de 18 a 59 anos. Cada curso definirá a escolaridade mínima exigida. As aulas iniciam a partir do dia de 23 de abril.

INSCRIÇÕES – As inscrições podem ser encaminhadas até o dia 25 de abril em dois endereços: Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC) - Av. Ipiranga, 310; Horário das 8h30m até 19h – ou no SINE MAUÁ - Av. Mauá , 1013; das 8h às 17h -. Para fazer a inscrição, o interessado deve ter em mãos: Identidade, CPF, comprovante de endereço e inscrição no Cadastro Único/NIS.

Será realizada na próxima quinta-feira, dia 19 de abril, na cidade de Rio Grande/RS, assembleia com os trabalhadores da empresa SAMEISA, Sociedade de Amparo Mútuo dos Empregados da Ipiranga e Sociedade de Assistência Médica dos Empregados da Ipiranga, a fim de apreciar proposta de reajuste salarial no percentual de 6,5%. Importa considerar que a data base do acordo coletivo negociado com a empresa SAMEISA é 1º de abril e a inflação acumulada do período revisando é de 4,97%, havendo, assim, a negociação de um ganho real de 1,53%.

 

A SAMEISA presta serviço para os trabalhadores do Grupo Ultra/Braskem/Petrobras. Conforme o Secretário Executivo do SENALBA/RS, Paulo Strauch, além do aumento dos salários, outro fator importante é que o acordo preserva cláusulas anteriores importantes como adicional por tempo de serviço e valores do Vale Refeição.

Elton Bozzetto – RP 10417

assembleiaA Diretoria do SENALBA/RS vai reabrir imediatamente as negociações com o sindicato patronal para ampliar a proposta de reajustamento salarial. A decisão da categoria foi tomada na Assembleia Geral realizada na sede do SENALBA/RS, na noite desta quinta-feira, 12 de abril.

assembleiaConforme o Presidente do Sindicato, Antônio Johann, a nova proposta a ser negociada é um reajuste imediato de 6,5%, para ser aplicado a partir de primeiro de abril. Outra alternativa aventada em assembléia, a ser negociada com o SECRASO, é de concessão de 100% da inflação mais 1% de ganho real agora, conforme contraproposta já oferecida pelo sindicato patronal, porém com o acréscimo de mais 1% em outubro. “A assembleia autorizou a diretoria a negociar e assinar convenção coletiva nesses termos”.

assembleiaJohann adiantou que caso o sindicato patronal rejeite as alternativas propostas, a categoria irá realizar uma nova assembleia. Ele destacou que a proposta discutida nesta quinta-feira é pelo índice de reajuste dos salários. Mas, a assembleia ratificou a manutenção das cláusulas preexistentes que contemplam outros aspectos já negociados e conquistados pelo SENALBA/RS ao longo dos últimos anos. A decisão pela continuidade das negociações e por essa nova formatação da proposta, obteve aprovação unanime dos participantes da Assembleia Geral.